Conflitos Parentais 

Apoio na Reorganização Familiar Pós Divórcio/Separação 

O objectivo principal desta consulta é de providenciar um espaço de suporte emocional, que permita a partilha dos sentimentos e medos inerentes a esta mudança nas suas vidas.  O processo de divórcio implica uma reorganização e redefinição da dinâmica familiar e é habitualmente um período de grande stress para todos os elementos do sistema familiar. 

É uma nova fase da sua vida, na qual vão ser confrontados com a necessidade de tomarem um grande número de decisões importantes que os afectarão a eles e aos seus filhos. 

É frequente quando o casal tem filhos, surgirem conflitos face a este processo e nem sempre é fácil separar o casal parental, do casal conjugal e as crianças ficam muitas vezes emaranhadas nestes conflitos.  

A criança vê-se privada de um contacto regular com ambos os pais, o que se revela extremamente danoso em termos de vínculo estabelecido com cada um deles e carece muitas vezes de intervenção. No entanto, o ajustamento da criança ao processo de separação ou divórcio dos pais depende, acima de tudo, da forma como os pais lidam com todo o processo. 

Alguns factores podem contribuir para a adaptação da criança ao divórcio, entre eles:

  • A cooperação entre progenitores, com reduzido conflito

  • A formação de dois núcleos familiares estruturados

  • A adaptação parental com novos papéis, estabilidade social e financeira

  • A segurança da vinculação da criança com ambos os pais

  • A qualidade das relações pai/mãe com a criança

 

Pretendemos nesta Consulta promover um ajustamento ao processo emocional do divórcio, nas suas diferentes fases (por ex.: a desilusão, negação, a desvinculação, ou seja a separação emocional, física, o luto e a readaptação) e adequado relacionamento dos pais com os filhos.