Intervenção Sistémica 
Terapia de Casal 
 

Terapia de Casal

A Terapia de Casal tem por objectivo ajudar os casais que estão a atravessar uma fase mais difícil da relação, a qual interfere na dinâmica conjugal e é indicada para casais que têm a expectativa de mudança, reconhecem essa necessidade e estão motivados para se comprometerem com um trabalho terapêutico.

 

Não são apenas os casais que estão perto da separação e divórcio que nos procuram, pois, cada vez mais, novos casais, até ainda em fase de início de relação, procuram ajuda terapêutica na perspectiva de investirem na relação e no bem-estar do casal.

As crises e dificuldades podem surgir no desenvolvimento da relação de intimidade do casal e nas diferentes fases do ciclo de vida ex.: (ex: nascimento do primeiro filho, a saída dos filhos de casa), bem como situações que se colocam no dia-a-dia de qualquer casal, podem levar à perda do seu bem-estar emocional. Há momentos em que a vida impõe que o casal procure ajuda para mudar a sua dinâmica.

Nestas sessões, são trabalhados conjuntamente, com os dois membros do casal, os problemas apresentados e cabe ao terapeuta directamente observar a forma como cada um se sente em relação à crise e assim intervir, com ambos os parceiros, potenciando as competências e recurso do sistema uma mudança positiva, que muitas vezes implica, transformar o estilo da comunicação num estilo mais construtivo e respeitador da opinião de cada um. Podem estar presentes na consulta só alguns sub-sistemas ou a família completa, de acordo com os problemas apresentados ou com o que faz sentido a cada membro da família.

Como principais desafios aos casais, surgem os seguintes problemas: 

  • Separação e divórcio 

  • Falta de confiança ou inseguranças de um dos elementos do casal

  • Falta de intimidade ou dificuldades no relacionamento sexual 

  • Falta de tempo a dois ou desinvestimento amoroso de um dos elementos do casal

  • Discussões frequentes ou dificuldades crónicas de comunicação

  • Dificuldades a lidar com uma situação de desemprego ou outra situação inesperada

  • Discordâncias na educação dos filhos

  • Dificuldades no relacionamento com as famílias de origem

  • Preparação para o casamento 

 

“um e um são três” (Philippe Caillé)